LOGIN:

Digite seu email:
Senha:
Esqueceu a senha? Cadastre-se grátis


Plano de emagrecimento

FERRAMENTAS
& TABELAS


PLANO DE
EMAGRECIMENTO
SUADIETA

Plano de Emagrecimento

faixa_alimentacao.png

ALIMENTAÇÃO NA TERCEIRA IDADE: NUTRICIONISTA DÁ AS DICAS

Alimentação na terceira idade: nutricionista dá as dicas

Especialista fala tudo sobre a escolha certa dos alimentos!


Imprimir
enviar por email
Compartilhe:

As pessoas estão vivendo cada vez mais e, com isso, valorizar os cuidados com a saúde e com o corpo se transformou em peça chave para chegar à terceira idade com qualidade de vida. O que muitos não sabem, é que, com o passar do tempo, o nosso organismo começa a gastar menos calorias do que o normal, a nossa gordura corporal sofre um considerável aumento e, na mesma proporção, perdemos massa muscular. Ou seja, todo o esforço que antes trazia um ótimo resultado, pode começar a não fazer tanto efeito.

Mas, se o envelhecimento do nosso organismo não pode ser evitado por razões fisiológicas, o que devemos fazer? A resposta é muito simples. Se não podemos evitar as consequencias, podemos amenizá-las. E o primeiro passo deve ser a mudança na nossa alimentação.

Com uma dieta balanceada e fracionada em cinco ou seis refeições, aliada a uma rotina de exercícios de força (musculação, pilates...) e aeróbicos (esteira, bicicleta, caminhada...) é possível envelhecer de maneira saudável e com um visual bem mais jovem.

As necessidades alimentares deste grupo de pessoas são bem similares as dos adultos. A diferença está na capacidade de absorção de certos micronutrientes, que fica bem menos eficaz.  Por isso, mais do que nunca é importante aumentar o consumo de verduras, legumes e frutas para, no mínimo, cinco porções diárias.

O paladar e o olfato também já não têm a mesma eficiência e isto leva muitos idosos a monotonia alimentar (preferência por chás, leite, pão e biscoitos). A falta de dentes ou próteses mal adequadas são outros problemas que podem fazer com que os idosos sempre optem pelos alimentos mais fáceis de serem ingeridos, como as sopas e os purês e passem a evitar completamente a carne. Só que este é um grave erro.

As proteínas são ótimas no combate à perda de massa muscular. As melhores fontes são as carnes, leites e derivados, as leguminosas, como o feijão, o grão de bico e a lentilha e, principalmente, a soja, que deve ser incluída no cardápio o quanto antes. Esta é uma fonte rica no nutriente e que contém baixo teor de gordura. Sem contar que a soja traz outros benefícios, como o controle da pressão, o combate ao colesterol ruim (LDL) e a prevenção de doenças cardiovasculares, muito comuns nesta idade.

Apostar no ômega 3 também é uma ótima saída. Ele pode ser encontrada nos peixes gordurosos, como salmão, sardinha, cavalinha, e na linhaça. Esta gordura ajuda na manutenção da memória e da atenção e também reduz o risco de doenças cardiovasculares.

Lílian Assis


Busca
Top 10 - Matérias
Confira aqui
Top 10
Novas Receitas
Ver novas

ATENÇÃO!

Todas as informações sobre dieta, serviços de dieta e atividades físicas oferecidos pelo Suadieta não substituem a dieta, o acompanhamento e as atividades físicas prescritos por profissionais de saúde como: médicos, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física, respectivamente.

A dieta proposta pelo Suadieta é pessoal e intransferível, ficando o usuário responsável por qualquer divulgação da dieta a terceiros.

© Suadieta - Todos os direitos reservados

Servidor:FUNIL2